Salada Verde com Pistáchios e Clementinas

Continuamos com o tema da Ceia de Natal saudável. Quem diz Natal diz todas as refeições festivas que faças nesta época, com família ou com amigos.

Receitas para uma Ceia de Natal saudável:

uma salada fácil de fazer mas que é especial e muito saborosa

Entre as minhas receitas para a Ceia de Natal saudável tinha que haver uma salada! Verde e fresca, para contrabalançar a riqueza dos pratos tradicionais.

E, se por um lado queremos receitas elaboradas, que mostram a todos como valorizamos a sua companhia nesta altura, por outro lado também agradecemos algumas receitas práticas, que juntam variedade e cor na mesa mas não demoram horas a preparar.

Pelo menos é assim que eu penso: reservo o meu tempo para uns pratos e recorro a ideias mais práticas para outros.

Hoje tens no mercado uma enorme variedade de misturas de saladas já lavadas e arranjadas, que são o melhor exemplo do que estou a dizer. Não são a solução mais sustentável? Talvez não, mas uma vez não são vezes e há mesmo folhas super vitaminadas que só consegues encontrar desta forma. Por exemplo, é o caso dos canónigos, da couve kale bebé e das folhinhas roxas de mostarda.

Estas misturas são realmente uma salvação para épocas mais apressadas e aconselho-te a ires experimentando várias.

Para jantares maiores, como é o caso presente, eu compro dois ou três tipos diferentes e junto-os em taças grandes. Depois, acrescento sementes, frutos secos ou mesmo fruta fresca e tempero com um dos meus molhos favoritos.

Sou particularmente fã de citrinos nas saladas. Há muito tempo encontrei uma receita da Nigella que incluía mesmo gomos de limão! gostei tanto da ideia que tenho vindo a experimentá-la com outros citrinos.

Clementinas: coloridas e deliciosas

Eu gosto muito de clementinas, são aquela fruta que me relembra a infância e a felicidade de encontrar estas bombinhas de sabor, doces e sem um único caroço! Naquele tempo não era frequente, garanto-te. Estávamos muito, muito longe de imaginar uvas ou melancia sem caroço…

Aqui aparece duplamente: os gomos em pedacinhos juntamente com as folhas da salada e o seu sumo num molho vinagrete envolvente e festivo.

Os pistáchios: um toque exótico e também nutritivo

Não sei se te acontece o mesmo mas este fruto secos transporta-me mentalmente para paragens exóticas, românticas e coloridas. Muitas delas hoje vivem situações francamente dramáticas, infelizmente, mas podemos sempre sonhar…

Preferia que fizesses como eu, comprasses os pistáchios crus, sem sal, e os tostasses no fogão. Mas, mais uma vez, faz como conseguires. 

Se só encontras os pistáchios salgados, descasca-os, põe sobre um pano de cozinha limpo, que dobras sobre eles e esfrega suavemente para retirar o excesso de sal. 

Quando estava a escrever esta receita fui verificar a sua composição nutricional e fiquei agradavelmente surpreendida: têm uma componente de proteínas de cerca de 20%, zero colesterol e como minerais contêm cálcio, potássio, fósforo e magnésio. Obviamente, como todos os frutos secos, cerca de metade do seu peso é óleo.

Se quiseres ler mais sobre os pistáchios: AQUI.

E a receita para juntar à tua Ceia de Natal saudável:

Salada Verde com Pistáchios e Clementinas

Ingredientes

Para 8 pessoas como acompanhamento

  • 300g de salada verde mista
  • 2 clementinas
  • Meia chávena de pistáchios crus sem sal

Para o molho

  • 2 colheres de sopa de sumo de clementina
  • 1 colher de sopa de sumo de limão
  • 1 colher de sopa de vinagre de cidra ou de vinho branco
  • 6 colheres de sopa de azeite virgem extra
  • 1 colher de chá de mostarda Dijon
  • Meia colher de chá de oregãos secos
  • Sal e pimenta preta

Método

Prepara a salada:

Aquece uma frigideira não aderente no fogão.

Junta os pistáchios e deixa-os torrar sem juntar qualquer gordura.

Vai agitando a frigideira para que os pistáchios torrem por igual.

Quando sentires o aroma de fruto seco torrado no ar estão prontos. Devem demorar cerca de 5 minutos, mais coisa menos coisa. 

Deita-os num prato e deixa arrefecer. 

Quando estiverem frios, corta-os com uma faca afiada, de forma a teres pedaços de diferentes tamanhos.

Caso compres pistáchios que já estão torrados e salgados, vê a minha sugestão de como os tratar na introdução deste artigo e corta-os como descrevi aqui.

Descasca as clementinas e separa os gomos.

Com uma faca pequena e bicuda, retira a pele dos gomos. 

Corta a polpa de cada gomo em dois e reserva.

Prepara o molho:

Junta todos os ingredientes num frasco com tampa. Tapa-o e agita vigorosamente. Para quando vires que os ingredientes do molho estão combinados.

Alternativa: junta os ingredientes numa taça e emulsiona batendo com uma vara metálica ou com um garfo.

Para servir:

Divide as saladas por duas taças grandes.

Divide metade dos gomos de clementina e remexe delicadamente.

Tempera cada taça com 4 colheres de sopa do molho. Remexe novamente.

Divide a restante clementina sobre as taças. 

Distribui os pistáchios sobre a salada e as clementinas. 

Divide o molho restante sobre as taças da salada. 

Nesta altura não remexes mais, queremos ver a textura das clementinas e dos pistáchios sobre as taças.

E faz isto mesmo no momento de ir para a mesa, pois não queres que a salada empape.

 

Mais receitas para um Natal saudável:

Ratatouille: o acompanhamento perfeito para a Ceia de Natal

 

Glow Chef | Salada Verde com Pistáchios e Clementinas Fazer uma ceia de Natal saudável é fácil com o Glow Chef: uma salada, fresca e vitaminada para manteres a forma estas festas.

Escreve um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *