A dieta cetogénica e eu… uma relação impossível

O que é a dieta cetogénica?

A dieta cetogénica é um regime alimentar que preconiza uma distribuição de macro-nutrientes completamente oposta ao que estamos habituados a aceitar como “normal” ou “saudável”.

Segundo esta dieta, 70% das calorias ingeridas diariamente deverão provir da ingestão de gorduras, 25% de proteínas e 5% de hidratos de carbono.

Como referência, numa dieta equilibrada, os hidratos de carbono tendem a representar entre 45-60% das calorias, as gorduras entre 25-35% e as proteínas entre 10-25%. 

Esta nova distribuição de macro-nutrientes “força” o corpo humano a consumir gordura como fonte energética, em vez do açúcar cujo fornecimento é simplesmente cortado. 

Supostamente, esta dieta resulta num emagrecimento rápido… 

De onde surge?

Os fundamentos da dieta cetogénica remontam ao início do século XX e estão relacionados com a pesquisa sobre a epilepsia realizada por dois cientistas franceses.

No seu início, a produção dos resultados pretendidos era iniciada com um período de jejum prolongado. Mais tarde descobriu-se que a redução drástica dos hidratos de carbono na alimentação produzia efeitos semelhantes.

Os resultados reais da dieta cetogénica

De acordo com este artigo do Dr. João Júlio Cerqueira, que podes ler AQUI, apenas existe evidência científica favorável à dieta cetogénica no caso do tratamento da epilepsia.

Na perda de peso, esta dieta não produz resultados que possam ser considerados superiores a outros regimes, levados a cabo por períodos equivalentes e com o mesmo grau de fidelidade aos princípios orientadores da mesma.

Ou seja, se queres perder peso qualquer dieta bem fundamentada que faças poderá levar aos mesmos resultados desde que a respeites à letra.

As minhas razões para fugir da dieta cetogénica

Eu não sou cientista, como sabes. Não sou sequer o que o mesmo Dr. João Cerqueira refere, numa apresentação TedX que te aconselho vivamente, como o “nutricionista alternativo”. Se tiveres curiosidade, vê o video AQUI. 

Mas tive já a minha quota parte de experiências com regimes, dietas e afins. E, como já cá ando há algum tempo, também já vi muitas modas 😉

Para mim, alimentação saudável não é a dieta que te permite perder peso mais depressa. É, sim, o conjunto de hábitos alimentares que te permite manter níveis de saúde, energia, beleza, juventude, brilho, alegria, etc… mais elevados, por maior período de tempo. 

Os efeitos secundários

Se leres com atenção alguns websites – e há-os bem bonitos e completos, vê os links no final do artigo – sobre esta dieta, chegas à parte dos efeitos secundários e podes ler estes três, que para mim são “deal breakers”:

  1. Cansaço
  2. Obstipação
  3. Queda de cabelo

A sério!? 

Afinal, esta dieta é a antítese do que procuro atingir com a minha alimentação:

Se estou cansada nem trabalho nem me divirto, não vivo em pleno a minha vida!

Se tenho obstipação, então o processo de desintoxicação natural do meu corpo não está a funcionar!

Se tenho queda de cabelo então é porque o meu equilíbrio hormonal foi seriamente comprometido!

Gordura saturada à vontade?

A verdade é essa: na dieta cetogénica, todas as gorduras são consideradas iguais, apesar de haver evidência científica que nos leva hoje a querer limitar o consumo de gorduras saturadas, sobretudo as de origem animal. 

Não me parece valer a pena arriscar.

A saúde vem primeiro!

“(…) Não há atalhos para atingir as vossas metas (…)”

Dr. João Júlio Cerqueira, TedX Porto 2018

E tu, se estás a considerar fazer as alterações drásticas de hábitos que implica o seguir a dieta cetogénica a sério e por um período prolongado, então não te custará nada fazeres um regime alimentar equilibrado, que não te causará nenhum daqueles efeitos secundários, te deixa bem disposta e também mais elegante. 

Dieta “Low Carb” vs Dieta Cetogénica

Qualquer regime de perda de peso passa por controlar a quantidade de açúcares que consomes. Na maior parte dos casos, também os hidratos de carbono em sentido lato são controlados, porque realmente a sua digestão fornece açúcar ao nosso organismo. 

Glow Chef healthy dinner ideas; easy, low carb, keto, chicken recipe.

 

No entanto, quando bem construídos, estes regimes fazem uma boa distinção qualitativa entre os vários tipos de hidratos de carbono e explicam-te quais vais poder consumir para que mantenhas um nível saudável de energia e evites os “apetites” descontrolados que raramente terminam bem.

De que serve uma dieta super restritiva se depois comes um pacote de gomas inteiro antes do jantar? Como diz o outro, “é pior a emenda que o soneto”.

Neste contexto, se realmente queres perder peso, aconselho-te vivamente a consultar um profissional de nutrição para encontrares o regime mais adequado para ti. 

E também te encorajo vivamente a conversar com um profissional do exercício fisico, pois uma vida sedentária vai torpedear qualquer esforço alimentar que faças, além de resultar em envelhecimento precoce a todos os níveis.

Depois, vens até ao Glow Chef para escolher as receitas que te vão permitir chegar aos teus objetivos. 

Glow Chef, salada, low carb, paleo, saudável, fácil, healthy, easy, recipe, receita

Já publiquei várias receitas deliciosas e low carb, que podes ir experimentando sem riscos:

Salada de Funcho e Pera

Salmão com Espargos e Tomate Cereja

Peru com Mostarda à Antiga

Frango com Gengibre e Erva Príncipe

Já sabes que me podes fazer as tuas sugestões e pedidos através do formulário de contacto, AQUI.

 

Fontes:

Planeamento Glow Chef Grátis!

Design sem nome 5.05.26 pm

Uma lista de compras e um planeamento semanal gratuitos, prontos a imprimir! Organiza a tua semana e adopta hábitos alimentares mais saudáveis de forma simples e descomplicada!

Ao forneceres o teu email estás a consentir em receber a fantástica newsletter semanal Glow Chef! Lê a nossa política de privacidade aqui.

O Glow Chef não envia SPAM nem cede as tuas informações a terceiros. Podes cancelar a tua inscrição a qualquer momento. Powered by ConvertKit

Escreve um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *